Log in

Aerolíneas Argentinas cancelam voo a Caracas por razões de segurança

 Argentinas,Caracas

As Aerolíneas Argentinas cancelaram um voo a Caracas previsto para o próximo sábado (5) por questões operacionais e de segurança, informou nesta quarta-feira a companhia aérea estatal em um comunicado. As informações são da agência de notícias Télam*.

Por enquanto, o único voo cancelado é o de 5 de agosto, mas a medida  pode se estender a todos os serviços que a companhia presta na capital venezuelana, se as condições atuais não se modificarem, segundo o texto publicado pela empresa.

Fontes da Aerolíneas disseram que “a companhía já realizou no  ano passado algumas mudanças operacionais, como o pernoite da tripulação e das aeronaves (que voam a Venezuela) na Colômbia, para poder garantir a operação no país”. E advertiram que a situação atual não garante a segurança nem a operacionalidade dos serviços.

"Estamos fazendo os nossos melhores esforços para poder manter este serviço a Caracas, mas a situação pontual nestes dias é complexa e a nossa principal preocupação é a segurança", destacou a companhia, em referência à grave crise política e social no país.

A empresa é a única da Argentina que oferece voos diretos a Caracas. Além disso, as Aerolíneas Argentinas, que afirmaram que oferecerão devoluções integrais aos passageiros afetados, indicaram que seguirão "monitorando muito de perto esta situação" para manter os clientes e a indústria informados sobre suas decisões.

A empresa argentina se soma a outras companhias áreas que deixaram de voar ao país, como a colombiana Avianca, por  conta das manifestações a favor e contra o governo, que até agora deixaram um saldo de 121 mortos.

A empresa é a única da Argentina que oferece voos diretos a Caracas. Além disso, as Aerolíneas Argentinas, que afirmaram que oferecerão devoluções integrais aos passageiros afetados, indicaram que seguirão "monitorando muito de perto esta situação" para manter os clientes e a indústria informados sobre suas decisões.

A empresa argentina se soma a outras companhias áreas que deixaram de voar ao país, como a colombiana Avianca, por  conta das manifestações a favor e contra o governo, que até agora deixaram um saldo de 121 mortos.

Fonte e foto: Agência Télam

20°C

Caruaru

Partly Cloudy

Humidity: 95%

Wind: 17.70 km/h

  • 24 Nov 2017 27°C 20°C
  • 25 Nov 2017 27°C 18°C
Banner 468 x 60 px