Log in

Livro reúne experiência de grupos de homens autores da violência

Livro, violência

Sob o marco da celebração da primeira década de existência da Lei Maria da Penha, será lançado no dia 4/8, o livro Homens e Violência contra as mulheres. O lançamento faz parte da programação do Seminário Internacional Fazendo Gênero, que acontece em Florianópolis de 30 de julho a 4 de agosto.

Reunindo a experiência de grupos de homens autores de violência, a publicação é fruto do trabalho de um ano de mapeamento dos pesquisadores Marcos Nascimento, do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) e Adriano Beiras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

A partir do interesse dos dois em coletar diferentes abordagens sobre a realidade dos homens autores de violência contra a mulher, foi feito o convite para que pesquisadores ligados a programas de pós–graduação do país narrassem os resultados de suas teses e dissertações sobre a temática. O esforço coletivo envolveu profissionais de psicologia, saúde coletiva, medicina preventiva, sociologia, criminologia, antropologia e linguística.

Envolvendo discussões feministas, os artigos compõem diferentes perspectivas teóricas e metodológicas, ressaltando a multidisciplinaridade de experiências presentes neste campo no contexto brasileiro.  “Nossa intenção era não se limitar às discussões tradicionais sobre o assunto. Conseguimos abordar olhares bem interessantes. Temos um capítulo, por exemplo, em que o centro da atenção deixa de ser o autor da violência e passa a ser os profissionais que acompanham os homens. Mergulhamos nossa abordagem sobre a equipe que trabalha com esses indivíduos”, destaca Marcos Nascimento.

De forma crítica e atual, ao longo dos oito capítulos do livro, os autores propõem um debate sobre ações concretas, que servem como ponto de partida para a promoção de políticas públicas que possam dar conta de uma realidade tão complexa. “Com as diversas visões sobre as iniciativas voltadas para os homens autores de violência, buscamos desconstruir a prevalência de padrões violentos e desiguais nas relações interpessoais. As intervenções apresentadas visam promover a criação de novos serviços e programas em diversos locais, bem como fortalecer os já existentes, a partir da capacitação de profissionais e da consolidação de ações integradas com as redes de enfrentamento, evitando ações muito pontuais, lineares, ou ainda, pouco qualificadas diante da complexidade do problema”, conclui Marcos Nascimento.

Sobre o Fazendo Gênero
Em sua 11ª edição, o Seminário Internacional Fazendo Gênero acontecerá em Florianópolis e terá suas atividades acontecendo concomitantemente ao 13º Congresso Mundos de Mulheres, encontro interdisciplinar de e sobre mulheres, que ocorre a cada três anos. Com previsão de reunir cerca de sete mil participantes, o evento tem como objetivo criar um espaço de diálogo e compartilhamento de experiências em torno da temática de gênero e as perspectivas feministas na atualidade. Dos 150 grupos de trabalhos propostos, três serão coordenados por professores do Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher do IFF. Além de Marcos Nascimento, estarão à frente da atividade as professoras Claudia Bonan e Paula Gaudenzi.

Por: Aline Câmara (IFF/Fiocruz)

Tagged under livro,

20°C

Caruaru

Partly Cloudy

Humidity: 80%

Wind: 22.53 km/h

  • 23 Sep 2017 23°C 17°C
  • 24 Sep 2017 23°C 16°C
Banner 468 x 60 px